Nacional
Valentina

Irmãos que a encontraram a deambular no meio da rua dizem que Sandro nunca falou daquela filha

Sex, 22/05/2020 - 15:00

As duas pessoas que alertaram a PSP nunca perceberam como não foram avisadas para ir depor no processo e nem sequer lhes disseram quem era a menina.

«Encontrámos a criança sozinha. Disse que se chamava Valentina e só dizia que tinha saudades da mãe. Nunca parou, tivemos de andar algum tempo atrás dela. Depois, fui à lota para pedir que chamassem a polícia. E eles [polícia] apareceram rapidamente e levaram a criança», contam ao Correio da Manhã os dois irmãos que, em 2019, encontraram Valentina a deambular no meio da rua no centro de Peniche.

As duas pessoas que alertaram a PSP nunca perceberam como não foram avisadas para ir depor no processo e nem sequer lhes disseram quem era a menina. As testemunhas conheciam Sandro e dizem que o pai nunca falou da existência da criança. Sabiam apenas da existência da irmã mais nova e tinham também conhecimento de que Márcia estava grávida.
«Nunca soubemos de onde é que aquela menina tinha vindo»

«Nunca soubemos de onde é que aquela menina tinha vindo, para onde é que aquela menina ia, quem eram os pais, nunca soubemos nada. A polícia chegou, pegou na criança e foram embora. Não nos disseram nada», revelam ao Correio da Manhã.

Os dois irmãos consideram que muitos sinais de alerta dados por Valentina foram ignorados, uma vez que a menina lhes disse que só queria ir ter com a mãe.

Acompanhe todas as atualizações em Portal de Notícias Impala

Valentina foi dada como desaparecida a 7 de maio

Valentina foi dada como desaparecida na quinta-feira de manhã, dia 7, depois de uma denúncia do pai no posto da GNR de Peniche.

As buscas contaram com o envolvimento de «mais de 600 elementos ativos, numa área percorrida de sensivelmente quase 4 mil hectares, palmilhada mais do que uma vez em alguns locais».
Depois de cerca de três dias de buscas, a PJ de Leiria deteve, no domingo, o pai e a madrasta da vítima, cujo corpo foi encontrado numa mata na Serra D’el Rei, no concelho de Peniche, distrito de Leiria, coberto por arbustos.

Sandro Bernardo está acusado do homicídio qualificado e violência doméstica. Márcia está igualmente acusada de homicídio qualificado. Ambos os arguidos estão ainda acusados do crime de profanação de cadáver.

Texto: Joana Ferreira

 

Leia a NOVA GENTE sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador. . .

1 - Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 - Escolha a sua revista

3 - Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 - Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 - Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 - Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

Siga a Nova Gente no Instagram