Nacional
Sónia Brazão

Na mira da PJ

Qua, 08/06/2011 - 11:08

Quando os bombeiros entraram no apartamento da actriz, os quatro bicos do fogão estavam ligados, aumentando as suspeitas de que Sónia se terá tentado suicidar.

Embora a explosão que ocorreu no apartamento de Sónia Brazão ainda esteja por esclarecer, as investigações da Polícia Judiciária já chegaram a algumas conclusões: os quatros bicos do fogão estavam ligados, indiciando que se tratou de um incidente provocado, avança um jornal diário. Segundo a mesma publicação, que refere conclusões dos peritos da Polícia Judiciária, o ligar da máquina de lavar roupa serviu de ignição à tragédia da última sexta-feira.

Com base nestes resultados, a actriz está agora na mira da PJ, devendo mesmo ser constituída arguida pelos crimes de explosão e incêndio quando recuperar do estado em que se encontra no hospital. Se for acusada, Sónia poderá ser condenada a uma pena de prisão que varia entre os três e os dez anos, uma vez que colocou em risco a vida e os bens de terceiros.

Entretanto, familiares e amigos já vieram contradizer a teoria de suicídio e desvalorizar as últimas declarações da actriz onde esta referia estar desiludida com a televisão e confessava que sentia terem sido 15 anos da sua vida deitados fora, garantindo que tudo não passou de um desabafo.

Recorde-se que Sónia permanece internada no hospital de São José com queimaduras de segundo e terceiro graus em 90 por cento do corpo e mantém-se com um prognóstico reservado.

Siga a Nova Gente no Instagram


NG top