Nacional
Sara Carreira

Os pormenores do acidente: carro capotou quatro vezes e como tudo aconteceu

Qui, 10/12/2020 - 12:40

O acidente que tirou a vida a Sara Carreira está a ser investigado pelas autoridades e já foram analisadas as imagens de videovigilância da autoestrada.

As autoridades já analisaram as imagens do acidente que vitimou Sara Carreira. Segundo avança um jornal diário, o carro onde a filha mais nova de Tony Carreira seguia, conduzido por Ivo Lucas, embateu na viatura de Cristina Branco, que se tinha despistado minutos antes, e capotou pelo menos quatro vezes.

As imagens de videovigilância foram recolhidas pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Santarém, que está a investigar as circunstâncias da trágica morte de Sara Carreira, e o Correio da Manhã faz, esta quinta-feira, uma descrição pormenorizada da forma como tudo aconteceu ao final da tarde do passado sábado, 5 de dezembro, entre o quilómetro 60 e 61 da A1, no sentido Norte-Sul, próximo do nó de saída para o Cartaxo, entre as 18h35 e as 18h45.

Segundo esta publicação, ainda antes de o Range Rover onde seguiam Sara Carreira e Ivo Lucas colidir com o Volvo V50 da fadista Cristina Branco, uma carrinha Volkswagen Passat é vista a fazer “uma trajetória aos esses” e a movimentar-se “entre a faixa da direita e do meio”. O nevoeiro era intenso e o veículo não ultrapassaria os 70-80 km/h.

 

Jipe onde seguia Sara Carreira bateu no carro de Cristina Branco

É então que a viatura de Cristina Branco, que viajava com a filha, de dez anos, choca com as traseiras da carrinha, faz um pião e fica em sentido contrário ao do trânsito. Mas “manteve sempre as luzes ligadas”, ressalva o mesmo diário. As duas acabam por sair do carro e são vistas junto ao separador central, já a Volkswagen Passat tinha sido colocada fora da faixa de rodagem.

As imagens de videovigilância referidas pelo CM mostram que pelo menos dez veículos conseguiram contornar o aparatoso acidente. Mas tal não aconteceu com Sara Carreira e Ivo Lucas. O jipe é visto “com os dois focos de luz dos faróis a aproximarem-se muito rapidamente” e bate logo no lado direito frontal do carro de Cristina Branco.

Cai para a esquerda, percorre escassos metros junto ao separador central e capota pelo menos quatro vezes. Pára a aproximadamente cem metros do local da colisão. Logo depois do capotamento do Range Rover, acrescenta o mesmo jornal, um Fiat Palio é filmado a percorrer pelo lado direito, num momento em que “aparenta ter pegado fogo por baixo”.

 

Cemitério fechado durante exéquias

O funeral de Sara Carreira realizou-se esta quarta-feira. A missa na Basílica da Estrela terminou quando ainda não eram 11 horas. A dois minutos da hora certa, a urna deixava o antigo convento e a família, devidamente resguardada, saía instantes depois. Transeuntes acompanharam a entrada do caixão no carro funerário com uma sonora salva de palmas.

O corpo de Sara Carreira foi sepultado no Cemitério dos Prazeres, também em Lisboa, que, segundo a CMTV, esteve fechado à população durante as exéquias. Nele, só poderia entrar quem tivesse autorização, verificada na entrada através de uma lista. Desta forma, a família garantiu a privacidade que tanto desejava.

Sara Carreira era a mais nova dos três filhos de Tony Carreira e Fernanda Antunes, separados desde 2014. Tinha apenas 21 anos e dava os primeiros passos no mundo da música, seguindo, assim, o mesmo caminho profissional do que o pai e os irmãos, Mickael e David Carreira.

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Reprodução redes sociais

Siga a Nova Gente no Instagram