Nacional
Rúben Rua

Nega que Cristina Ferreira o tenha querido no seu programa: «Nunca tive um convite dela»

Sáb, 14/12/2019 - 13:50

Ruben Rua esteve à conversa com a Nova Gente onde revelou alguns sonhos de carreira e falou sobre a amizade com Cristina Ferreira.

Aos 32 anos, Ruben Rua vive dividido entre a moda e a televisão, se bem que a carreira de apresentador seja agora a sua prioridade. Em janeiro, Ruben Rua prevê um novo formato na estação de Queluz de Baixo, com quem tem exclusividade. Por isso, descarta a ida ao Programa da Cristina, na SIC, apesar da amizade que o une a Cristina Ferreira.

A Cristina Ferreira convidou-o para ir ao programa dela?

Nunca tive um convite para ir ao programa dela, nunca.

Mas aceitava?

Eu tenho um contrato com a TVI e nem sei se é possível uma pessoa da TVI ir à SIC. A mim, nunca me proibiram de ir a lado nenhum. Sou amigo da Cristina, gosto muito dela, mas tanto eu como ela temos de ter a noção de que o nosso trabalho é desenvolvido em canais concorrentes. A amizade, o bom senso e o profissionalismo têm de ocupar o seu devido lugar.

Apesar de ser discreto, é sabido que tem uma nova relação amorosa. A sua namorada, Amanda, vive no Canadá. Como lidam com a distância?

Na vida, todas as pessoas que querem muito e acreditam em algo lutam por isso. Hoje em dia, vivemos num mundo cheio de soluções. Há aviões, carros e comboios, por isso, basta querer. Mas está numa fase da sua vida pessoal muito boa... É verdade! Estou genuinamente feliz com a minha vida pessoal e isso é o mais importante. O meu coração está feliz e isso faz-me muito bem!

As tradições de Natal 

Onde e com quem vai passar o Natal?

Vou passar o Natal com a família, no Porto.

Que tradições mantém?

As minhas tradições são as mesmas de sempre. Passar o Natal com a família é fundamental. Tem de ser sempre assim: o bacalhau é cozinhado de várias formas, para que possa agradar a todos, o convívio familiar com muitas conversas à mistura e a entrega de prendas, no dia 24 à meia-noite.

E ajuda na cozinha?

Na cozinha não entro para cozinhar. Gosto mais de me sentar à mesa, mas ajudo a levantar os pratos (risos). Posso dizer que, entre os doces preferidos, o que mais gosto é a tarte de leite condensado.

E em relação aos presentes?

Gosto de receber, mas prefiro dar. Sou muito cuidadoso com as prendas que dou. Para mim apenas peço saúde. O resto consigo eu.

Texto: Sérgio Queirós

 

Siga a Nova Gente no Instagram