Saúde e Beleza
Operação biquíni

Os 3 erros diários que destroem qualquer corpo de verão

Ter, 05/05/2020 - 08:23

Apesar da situação de pandemia que vivemos, a operação biquíni continua a ser um desafio e uma meta que todos os portugueses querem alcançar. Tome nota destes erros para não os voltar a cometer e para conseguir atingir objetivos mais facilmente

Apesar da situação de pandemia de Covid-19 que vivemos, a operação biquíni continua a ser um desafio e uma meta que todos os portugueses querem alcançar. No entanto, este objetivo pode ser complicado e há três erros que comete sem se aperceber que estão a retardar ou a prejudicar o processo.

Tome nota destes erros para não os voltar a cometer e para conseguir atingir objetivos mais facilmente: 

1. Não descansar

Exercício físico excessivo e poucas horas de descanso não são comportamentos positivos para quem quer perder peso e tonificar o corpo. Deve dormir sempre pelo menos oito horas para que o corpo possa descansar e reestruturar-se. Só um bom descanso fará com que um bom treino seja eficaz. Opte por não treinar demasiado tempo seguido e acima de tudo respeite o seu corpo, as suas necessidades e capacidades. 

Também é importante fazer descansos de 15 a 30 segundos entre exercícios [1 minuto, se necessário].

2. Cortar refeições 

Cortar refeições é um dos erros mais comuns praticados por quem quer perder peso. O ideal para perder tempo é fazer cinco refeições diárias e comer pouco de cada vez. Deve hidratar-se bem [beber muita água durante o dia] para eliminar as toxinas do corpo e evitar a retenção de líquidos [e a tão indesejada celulite]. 

Outro erro que se comete diversas vezes é pensar que é obrigatório cortar os hidratos para se perder peso. Errado. Os hidratos são importantes para a alimentação. Deve é, preferencialmente, consumi-los em menores quantidades e antes do meio-dia [por exemplo, ao pequeno-almoço].

3. Metas e Rotinas

Querer passar do oito ao oitenta pode ser prejudicial nesta operação biquíni. Quem não está habituado à prática de exercício físico não deve tentar fazer demais. A prática de exercício bem como as dietas devem ser feitas de forma progressiva e de acordo com as necessidades e capacidades de cada um. A rotina também deve ser tida em conta para que não haja um desgaste físico acrescido e pouco descanso.

Seguir sempre a mesma rotina de exercícios e alimentar também pode deixar de ter efeito a longo prazo, uma vez que o corpo começa a habituar-se. É importante ir alterando e, progressivamente, ir aumentando o ritmo de treino, respeitando sempre as capacidades de cada um. É importante adotar práticas de exercício físico que não o «aborreçam» para que não se sinta tentado a desistir.

Texto: Mafalda Mourão; Foto: DR

Siga a Nova Gente no Instagram