Internacional
Nelly Furtado

Polémica com Khadafi

Ter, 01/03/2011 - 10:33

A cantora deu um concerto particular para o líder da Líbia, mas agora quer devolver o dinheiro que cobrou e doá-lo a uma instituição de solidariedade.

A revolução na Líbia não está só a ter consequências políticas: a indústria musical também está a ser afectada pela tentativa de queda do regime.

Em 2007, a família de Muammar Khadafi terá gasto milhões de dólares em concertos particulares e agora os cantores estão a ser pressionados para devolver o dinheiro que receberam. Nelly Furtado foi uma das primeiras a reagir e já fez saber que pretende doar o milhão de dólares que recebeu a uma instituição de caridade.

A cantora, de ascendência portuguesa, confessou na sua página do Twitter que actuou para a família do líder da Líbia em Itália, num hotel, durante 45 minutos. Embora Nelly tenha sido a única a manifestar-se até ao momento, sabe-se que Beyoncé, 50cent, Usher e Mariah Carey fizeram espectáculos idênticos.

Siga a Nova Gente no Instagram