Internacional
Naya Rivera

Elenco assombrado? Após mortes de atores, fãs acreditam em «maldição de Glee»

Qua, 15/07/2020 - 23:00

Após a morte de Naya Rivera, os fãs de Glee falam numa maldição que ensombra o elenco da série, cujas vidas estão marcadas por várias tragédias.

Após a morte de Naya Rivera, começou a ganhar força a teoria de que existe uma maldição a ensombrar o elenco da série Glee.

Quatro mortes, alguns casos de violência doméstica e vários escândalos têm marcado a vida dos atores. E algumas coincidências 'estranhas' têm deixado os fãs da série musical crentes de que Glee está amaldiçoado!

Durante seis temporadas, Glee foi uma referência para milhões de jovens. Enquanto as personagens transpareciam felicidade, dançavam e cantavam no ecrã, a vida dos protagonistas  ia sendo marcada por álcool, drogas, violência, morte e crimes sexuais

Cinco mortes

Naya Rivera desapareceu no dia 8 de julho, durante um passeio de barco com o filho no Lago Piru, Califórnia. O corpo da atriz foi encontrado no dia 13 de julho, precisamente no mesmo dia em que Cory Monteith morreu, há sete anos.

Outra coincidência apontada pelos fãs lembra que, no tributo a Cory, Naya Rivera cantou a música If i Die Young (Se eu Morrer Jovem), da banda The Band Perry.

Cory Monteith, que interpretava Finn Hudson na série, foi encontrado morto num hotel em Vancouver, no Canadá, no dia 13 junho de 2013. A autópsia feita ao corpo do ator, de 31 anos, revelou que a causa de morte foi uma overdose, derivada de uma mistura de álcool e heroína.

Cory estava noivo de Lea Michele, que interpretava Rachel Berry.

Cerca de um ano depois da morte de Cory Monteith, o namorado da atriz Becca Tobin, a Kitty de Glee, foi encontrado morto num hotel na Filadélfia. As circunstâncias da morte de Matt Bendik, de 35 anos, foram inconclusivas. Nenhuma droga, medicação ou arma foi encontrada no seu quarto. Familiares acreditam que possa ter sofrido um ataque cardíaco devido ao stress.

Em 2018, Mark Salling, que deu vida à personagem Puck na série juvenil norte-americana, suicidou-se. O corpo foi encontrado no leito de um rio, na zona onde vivia, em Los Angeles. Embora não haja ainda confirmação oficial, o ator ter-se-á enforcado.

Salling, de 35 anos, aguardava a leitura da sentença, depois de se ter dado como culpado da posse de pornografia infantil. O ator iria a tribunal em março. Mark Salling deveria ser condenado a uma pena de 4 a 7 anos de prisão. Em 2015, a polícia encontrou no computador de Salling cerca de 50 mil imagens com pornografia infantil. As autoridades foram alertadas por uma ex-namorada de Salling.

Três anos antes, uma namorada do ator acusou-o de abuso sexual. O caso foi a tribunal, mas Mark Salling conseguiu chegar a acordo.

Em 2014, Nancy Motes, assistente de produção da série e meia-irmã de Julia Roberts, foi encontrada morta, após ter acabado com a sua própria vida. Nancy Motes era muito querida por todos. Um ano depois, a série chegou ao fim.


Polémicas e escândalos

Lea Michele, a grande protagonista de Glee que interpretava Rachel Berry, está a ser acusada de racismo e conduta imprópria por antigos colegas com quem partilhou estúdios de gravação.

As consequências traduziram-se num «linchamento» público nas redes sociais, que culminou com a perda de algumas parcerias de marcas com que trabalhava e o prejuízo de milhares de dólares.

Samantha Ware, a atriz negra com quem Lea Michele contracenou na sexta temporada de Glee, em 2015. acusou-a de tornar a sua estreia num pesadelo: «Lembras-te de quando tornaste o meu primeiro trabalho em televisão num verdadeiro inferno? Nunca me vou esquecer. Se bem me recordo, disseste a toda a gente que, se tivesses oportunidade, cagavas na minha peruca [uma referência ao seu cabelo], entre outras microagressões traumáticas que me fizeram questionar uma carreira em Hollywood.». A partir daí começaram a surgir mais acusações.

A atriz já veio pedir desculpa, mas o estrago está feito.

Em novembro de 2017, Naya Rivera foi presa e acusada de agredir o ex-marido e o pai do seu filho, o ator Ryan Dorsey. A atriz terá atingido Dorseyem na cabeça e no lábio inferior enquanto passeavam com o filho.

Melissa Benoist, que entrou na série em 2012, disse ter sido vítima de violência doméstica enquanto estava casada com Blake Jenner, o Ryder Linn de Glee.

Em 2014, Lea Michele, Becca Tobin, Heather Morris e a própria Melissa Benoist foram vítimas de hackeamento e viram expostas as suas fotos íntimas espalhadas por toda a Internet, naquele que foi um dos maiores escândalos informáticos de Hollywood.

Texto: Inês Neves; Fotos: reprodução e Instagram

 

Siga a Nova Gente no Instagram