Internacional
Natascha Kampusch

Ganhou um prémio

Qui, 02/06/2011 - 14:33

O livro onde a jovem conta a história do cativeiro que viveu durante oito anos foi agora galardoado com o prémio de Melhor Livro de 2011.

Depois do tormento que viveu durante dez anos, Natascha Kampusch vive agora momentos diferentes. Ontem (1 de Junho), foi homenageada pelo livro que escreveu.

3096 Dias conta o drama que a jovem austríaca viveu durante os oito anos que esteve encarcerada numa cela subterrânea depois de ter sido raptada, aos dez anos, por Wolfgang Priklopil. O livro foi galardoado com o prémio Buchliebling 2011 (Melhor livro de 2011).

"Ao escrever este livro posso finalmente dizer: Sou Livre", pode ler-se na capa da obra. Recorde-se que o raptor suicidou-se quando a jovem conseguiu fugir, passados oito anos de sequestro.

Siga a Nova Gente no Instagram