Nacional
Maria Teresa Horta

Diz "não" a Passos Coelho

Qua, 19/09/2012 - 14:38

A cerimónia de entrega do Prémio D.Dinis foi cancelada pela Fundação Casa de Mateus.

A vencedora deste ano do Prémio Literário D. Dinis, Maria Teresa Horta, recusou-se a receber o prémio, do qual já disse orgulhar-se muito, das mãos do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

À Lusa, a escritora justificou a recusa do encontro:”Na realidade eu não poderia, com coerência, ficar bem comigo mesma, receber um prémio literário que me honra tanto, cujo júri é formado por poetas, os meus pares mais próximos - pois sou sobretudo uma poetisa, e que me honra imenso -, ir receber esse prémio das mãos de uma pessoa que está empenhada em destruir o nosso país”.

Maria Teresa Horta foi distinguida com o galardão pela obra  As Luzes de Leonor – romance sobre a vida da marquesa de Alorna - e a cerimónia estava agendada para dia 28 de setembro.

A Fundação Casa de Mateus – que instituiu o prémio – já tornou público que o prémio vai ser entregue, mas sem qualquer cerimónia.

A escritora ainda acrescentou como justificativa para a recusa: “O primeiro-ministro está determinado a destruir tudo aquilo que conquistámos com o 25 de Abril (de 1974) e as grandes vítimas têm sido até agora os trabalhadores, os assalariados, a juventude que ele manda emigrar calmamente, como se isso fosse natural”.

Siga a Nova Gente no Instagram