Nacional
Marco Paulo

Aos 75 anos, uma vida de sucessos e dor

Ter, 21/01/2020 - 16:20

Marco Paulo celebra esta terça-feira, dia 21 de janeiro, 75 anos de vida.

«Eu tenho dois amores», «Maravilhoso Coração» e «Nossa Senhora» são algumas das canções de João Simão da Silva, mais conhecido como Marco Paulo, que deram força, motivação e ânimo à vida de muitos portugueses. 

Aquário de gema, nascido a 21 de janeiro de 1945, o artista canta e encanta os corações das pessoas desde tenra idade.

 Foi há mais de 20 anos que a vida do cantor mudou do dia para a noite, quando Marco Paulo descobriu que tinha apenas dois meses de vida. O artista soube que tinha um cancro no cólon numa noite em que acordou «com uma perna presa», revelou em entrevista com Daniel Oliveira, no Alta Definição.

Vida muda do dia para a noite: O cancro

«Até ao cancro tinha dúvidas que as pessoas gostassem de mim. Mesmo com o sucesso dos discos, mesmo com as grandes afluências aos concertos, era uma ideia que eu tinha na minha cabeça. Quando tive a infelicidade de ter o cancro, isso mudou completamente. Pensei: 'afinal os portugueses gostam do Marco Paulo.' Chegaram manifestações de carinho de todo o lado», contou.

Naquele momento difícil da sua vida, Marco Paulo agarrou-se a tudo o que podia. «Agarrei-me a Deus, a Jesus, a Nossa Senhora, confiei nos médicos, naquela gente toda que estava à minha volta, em toda a minha familia mais próxima. E essencialmente a uma criança, que tinha 5 anos na altura, e que achava muito estranho o padrinho estar num hospital», revelou.

Foi uma fase muito complicada na vida do artista até que chegou o dia em que os médicos lhe disseram que tinham conseguido «matar o bicho». Depois dos tratamentos de quimioterapia, Marco Paulo ficou com o cabelo liso e perdeu os caracóis que foram, durante anos, a sua imagem de marca.

A vida volta a pregar-lhe um susto

Há três anos, Marco Paulo apanhou um novo susto na vida. O cantor sentiu uma dor que o obrigou a ir ao hospital de urgência. Com a falência do rim direito, Marco Paulo foi sujeito a uma intervenção cirúrgica. «Foi-me cortado um bocadinho do rim direito», disse o cantor no programa Juntos à Tarde, da SIC, pouco tempo depois da cirurgia.

Prémio Carreira na Gala de Troféus de Televisão do Grupo Impala

Nesse mesmo ano, em 2017, quando estava prestes a completar 50 anos de carreira, Marco Paulo recebeu um prémio Carreira, na Gala de Troféus de Televisão do Grupo Impala, em homenagem pelas cinco décadas de sucesso no panorama músical nacional. 

Na altura, emocionado, revelou que «já encheu muitas salas ao longo de 50 anos». Ainda assim, o cantor sabe que a hora do fim está cada vez mais próxima. «Eu gostava que estes 50 anos se prolongassem por outros 50, mas sei que nada na vida é eterno e que um dia deixarei de cantar. Muito me vai custar, cantar é a minha razão de viver», realçou.

Veja o vídeo!

Uma vida de sucessos musicais

Com 75 anos feitos precisamente esta terça-feira, dia 21 de janeiro, Marco Paulo é considerado um dos mais populares cantores portugueses. Até hoje, já recebeu 140 galardões de platina, ouro e prata. Até um diamante por ter vendido mais de um milhão de cópias - um recorde em Portugal. 

Participou, pela primeira vez, no Festival RTP da Canção em 1967 e gravou o tema «Tu e Só Tu» com Simone de Oliveira, nesse mesmo ano. 11 anos depois obteve um grande sucesso com o single «Canção proibida/Ninguém Ninguém» e ganhou o primeiro disco de ouro. 

Nos anos 80 a música «Eu Tenho Dois Amores» tornou-se o seu maior êxito e dois anos depois voltou a participar no Festival RTP da Canção. Em 1992 com o single «Taras e Manias» obteve cinco discos de platina e em 1994 apresentou na RTP o programa de televisão «Eu Tenho Dois Amores» - emitido nas noites de domingo. Foi um verdadeiro sucesso de audiências, e dos 13 programas inicialmente previstos, foram transmitidos 67. Em 1996 apresentou, na RTP, o programa «Música no Coração».

Com 75 anos, Marco Paulo já teve muitos sucessos, dor, alegrias e tristezas. A verdade é que o artista será sempre um dos cantores mais ouvidos em cada canto de Portugal. E quem é que não sabe trautear esta música?

«Maravilhoso Coração, maravilhoso
Meu companheiro nos caminhos desta vida
Ambos sofremos muitas horas de tristeza, 
Mas partilhamos os momentos de alegria
Maravilhoso Coração, maravilhoso
Eu te agradeço a amizade e a companhia
Tu és amigo quando há dor, 
És confidente no amor
Quero dizer-te que sem ti, não existia».

Texto: Carolina Sá Pereira; Fotos: Impala

 

Siga a Nova Gente no Instagram