nacional
Leandro

Cantor é acusado de "violência e rapto"

Qui, 01/08/2013 - 15:58

Segundo declarações de Sury Cunha à revista TV7 Dias, o cantor, que a terá ameaçado de morte, foi responsável pelo desaparecimento do filho durante alguns dias, tendo mesmo ela chegado a falar de "rapto".

O cantor Leandro e a sua ex-namorada, Sury Cunha, entraram em rota de colisão por causa do pequeno Simão, fruto da relação entre ambos, e que nasceu a 28 de dezembro de 2012.

"Ele raptou o meu filho", declarou Sury à revista TV7 Dias, que explicou também como tudo aconteceu, numa altura em que ambos já estavam separados, tendo ficado o menino aos cuidados da mãe.

(...)no dia 16 de manhã, terça-feira, veio buscar o meu filho como se nada fosse....mas já tinha tudo pensado. O combinado era entregar o Simão do dia seguinte de manhã", contou à publicação. 

Mas tal não aconteceu e passaram-se alguns dias até Sury conseguir chegar à fala com Leandro.

Nessa altura,  conta Sury,  "diz que não vou ver o meu filho, só o vejo em tribunal, ameaçou-me de morte (...)".

Pelo meio, ainda antes da criança ter nascido, a relação terá sido pontuada por cenas de violência e pancadaria - motivadas por ciúmes e traição - que acabaram com Sury caída no chão, inconsciente, tendo mesmo sido conduzida ao hospital.

Depois destes acontecimentos, e durante uma período de reconciliação, Simão foi concebido.

Mas, também esta questão não terá sido pacífica entre ambos. 

"Ainda hoje, ele acha que o filho não é dele", contou Sury à TV7 Dias, acrescentando também que ele "quis fazer um teste de paternidade".

A publicação refere que tentou entrar em contacto com Leandro, "que tinha o telemóvel desligado e o voice mail para deixar mensagens inativo". 

A criança está neste momento com a mãe, mas este é um assunto que poderá não terminar por aqui.

Siga a Nova Gente no Instagram