Nacional
Judite Sousa

Jornalista garante que o ano de 2020 já acabou devido à pandemia da Covid-19

Qua, 01/04/2020 - 18:50

A antiga pivô da TVI fez uma reflexão no seu blogue e revelou as suas perspectivas para o decorrer deste ano. Na opinião da jornalista, o ano de 2020 já terminou devido à pandemia da Covid-19 que se instalou no País.

Judite Sousa alertou as autoridades sanitárias para a necessidade de divulgarem aos cidadãos o modelo matemático que está na base das previsões para o ano de 2020.

O alerta, em jeito de desabafo e reflexão, foi feito num texto que a jornalista publicou no seu blogue «Judite Sousa», esta terça-feira, dia 31 de março. Na opinião da antiga pivô da TVI, o ano de 2020 já terminou devido à pandemia da Covid-19 que se instalou no País. 

«Até há uma semana, o pico da epidemia era em meados de abril; agora será em finais de maio. Mais uma vez pergunto: que condições de saúde pública terão que estar reunidas para que seja retirada a quarentena?», começou por escrever a jornalista.

«Em julho (...) o País estará exausto»

No mesmo texto, a antiga pivô do Jornal das 8, da TVI, acaba por fazer a sua própria previsão para os próximos meses e antecipa um cenário de exaustão e desalento emocional para todos os portugueses. «Se for [retirada a quarentena] em finais de maio, terão que existir umas semanas para estabilizar a curva; ou seja, estaremos em julho. Nesta altura, o país estará exausto e as pessoas desalentadas emocionalmente», antevê a jornalista.

Convicta de que o regresso à normalidade ainda levará longos meses, sem esquecer a hipótese de haver uma segunda vaga desta pandemia no inverno, Judite Sousa traça um cenário pouco animador para este ano que ainda agora começou mas que, para a jornalista, já terminou.

«Daí até ao final do ano será um passo, sendo que subsiste a dúvida sobre se existirá uma segunda vaga pandémica no Inverno. Não quero ser pessimista mas ou me engano muito ou o ano de 2020 já passou», afirmou a jornalista.

A dúvida polémica da pivô: «Qual é o problema de sair de casa para caminhar?»

«Está a ser comunicada, do meu ponto de vista, uma mensagem muito negativa aos portugueses». Começou assim uma reflexão que Judite Sousa partilhou nas redes sociais, esta terça-feira, dia 31 de março. «Ao fim de três semanas de isolamento, pergunto: qual é o problema de sair de casa para caminhar, respirar ar puro sem que exista contacto social?», questionou a jornalista.

Na mensagem, entretanto eliminada, Judite assumia estar «a ser politicamente incorreta». «Basta ouvir alguns médicos para perceber que há situações que têm que ser comunicadas de outra forma», afirmava.

Recorde-se que uma das recomendações da Direção-Geral de Saúde para fazer frente à propagação do novo coronavírus é que as pessoas fiquem em casa, em isolamento social.

Texto: Sofia Santos Cardoso com Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

Leia a NOVA GENTE sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador. . . .

Eis os passos a seguir:

1 - Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2- Escolha a sua revista

3 - Clique em COMPRAR

4 - Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 - Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 - Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

 

Siga a Nova Gente no Instagram