Nacional
Jorge Gabriel

Morreu pai do apresentador, vítima de covid-19

Ter, 19/01/2021 - 16:40

Jorge Gabriel está de luto. O apresentador revelou, por intermédio das redes sociais, que perdeu o pai aos 86 anos, vítima da covid-19.

Morreu Albano Fialho, pai do apresentador da RTP Jorge Gabriel que sucumbiu à covid-19. A notícia foi revelada pela mão do próprio rosto da estação pública que recorreu às redes sociais esta terça-feira, 19 de janeiro, para deixar uma sentida homenagem ao progenitor que perdeu a vida aos 96 anos.

"Há vários dias que este nó me apertava a garganta, me desfazia a esperança. O meu pai, o Senhor Albano Fialho partiu. A Covid desgatou o que os 96 anos ainda lhe permitiam", começou por contar co-anfitrião do programa "Praça da Alegria", da RTP, que descreve o progenitor como alguém "Integro, idóneo, zelador incansável do erário público e eterno estudioso". 

"Será sempre meu guia, a minha voz da consciência que me admirava como qualquer outro pai. Mas este era o meu. Aquele que não suportava que tirasse uma folga, que não faltasse aos meus deveres profissionais, e que respeitasse os outros como gostaria que me respeitassem", prosseguiu Jorge Gabriel, agrandecendo-lhe, ainda, "tanta sabedoria"

 

Jorge Gabriel: "Obrigado pai. Vai lá ter com a mãe"

 

A homenagem do apresentador ao pai remata com um agradecimento ao profissionais que estiveram ao cuidado de Albano Fialho até ao último minuto. "Agradeço ao lar de Santo António de Alfragide pelo quanto cuidaram, pelo quanto o amaram. Ao hospital Amadora/Sintra pelo quanto fizeram e se esforçaram por um cidadão de tanta idade."

"A melhor homenagem que lhe posso prestar é amanhã não faltar. É cuidar de falar bem português, como era seu ponto de honra, e apresentar a Praça até poder cumprir os serviços fúnebres permitidos em tempos de Pandemia. Obrigado pai. Vai lá ter com a mãe", concluiu. 

Na caixa de comentários multiplicam-se as mensagens de apoio ao comunicador. "Oh meu Deus. Um beijinho meu Jorge", escreveu a apresentadora Vanessa Oliveira. "Meu querido, um abraço forte", disse Tânia Ribas de Oliveira. "Força Jorge. Um abraço", afirmou o humorista Eduardo Madeira. "Abraço enorme", declarou o ator Heitor Lourenço.

 

Texto: Alexandre Oliveira Vaz; Fotos: Redes Sociais

Siga a Nova Gente no Instagram