Nacional
Jéssica Athayde

Revoltada com organização da Capital do Natal: «Para mim é chocante»

Qua, 04/12/2019 - 17:40

Jessica Athayde, tal como tantas outras pessoas, mostrou a sua indignação com a organização da Capital do Natal, em Algés

A organização da Capital do Natal, em Algés, está a ser alvo de várias críticas e inúmeras queixas devido a diversas situações que têm acontecido dentro do recinto. Uma das que mais se tem falado é o facto de existirem renas verdadeiras na feira.

Uma das pessoas que mostrou publicamente a sua indignação foi Jessica Athayde que, através das redes sociais, considerou a situação como «chocante». «Esta crueldade é promovida pela Câmara de Oeiras. Para mim é chocante, inaceitável e assustador. Não consigo perceber como é que alguém acha que isto está certo», afirma a ex-namorada de Diogo Amaral.

A situação tomou proporções tão grandes que o IRA (Intervenção e Resgate Animal) fez queixa e contactou o ICNF (Instituito da Conservação da Natureza e das Florestas) que garantiu ao grupo de intervenção a retirada dos animais do recinto. 



Ver essa foto no Instagram


RESOLVIDO! No seguimento da onda de indignação contra a utilização de renas na CIDADE DO NATAL, que se encontra a decorrer em Oeiras, o IRA contactou o ICNF (Instituito da Conservação da Natureza e das Florestas), entidade responsável pela preservação destas espécies, que nos garantiu que os animais seriam retirados no decorrer da noite de ontem. Ainda não conseguimos obter qualquer actualização sobre a presença dos animais, hoje. Caso alguém tenha conhecimento sobre a permanência dos animais no local, por favor informem-nos. À semelhança da CIDADE DO NATAL, algumas piscinas e feiras medievais utilizam aves para fotografias com os utilizadores dos espaços, submetendo-as a um período de enorme stress e deslocando-as totalmente do seu habitat natural. Uma forma de boicote a espectáculos que utilizem estas ou outras espécies, pode ser realizada por todos bastando simplesmente não comprar bilhetes ou frequentar estes eventos. Não financiem circos, piscinas, feiras ou eventos sazonais que utilizem animais para espectáculos ou interacção com o demais público. P.S - O equipamento que podem visualizar na fotografia, contrariamente à identificação de açaime feita por terceiros, na verdade trata-se de um cabeção/cabeçada que é também utilizado nos cavalos para condicionamento/orientação. Partilhem, IRA

Uma publicação compartilhada por Intervenção e Resgate Animal (@ira_animal) em

Organização confirma retirada das renas

Ao início da tarde desta quarta-feira, 4 de dezembro, o Jornal de Notícias revelava que os animais haviam sido retirados das instalações do parque depois do ICNF ter visitado o espaço pela segunda vez e ter constatado que faltava «uma comunicação estritamente administrativa», o que levou a que as renas fossem devolvidas à associação Burro do Magoito.

A organização do evento tem sido alvo de duras críticas muito por causa do preço dos bilhetes, mas também pela própria estrutura do recinto, uma vez que não está a 100% com condições para a fácil mobilidade de crianças ou bebés em carrinhos, por exemplo.

Texto: André da Silva Carvalho; Fotos: Reprodução Instagram

Siga a Nova Gente no Instagram