Realeza
Isabel Ii

Aperta "cinto"...

Sáb, 25/09/2010 - 01:27

A rainha Isabel II foi forçada a deixar de gerir sozinha as finanças da Casa Real Inglesa. Má gestora? Ou gastadora?

Peritos britânicos em Direito Constitucional afirmaram na Imprensa que as regras aprovadas há quatro anos podem ser usadas para controlar e diminuir os gastos da Rainha Isabel II e restante família, e até mesmo obrigá-la a usar a sua riqueza pessoal, em vez de dinheiros públicos.
 

O memorando oficial, assinado em 2006 por representantes do Palácio de Buckingham e responsáveis governamentais, deixa claro que os ministros têm o direito constitucional de anular decisões financeiras da realeza.

Um acordo secreto, segundo o qual o governo britânico passa a ter a última palavra sobre como são geridos os gastos da rainha, terá sido feito.

 

O pacto estabelecido entre a monarca e o governo cria regras apertadas sobre a forma como são aplicados os 44,9 milhões de euros que o parlamento inglês atribui anualmente a Isabel II.

Siga a Nova Gente no Instagram