Nacional
Irmãs De Carlos Castro

Não querem julgamento

Ter, 01/02/2011 - 09:54

Se as irmãs do cronista continuarem a insistir para que o caso não vá a julgamento, a defesa de Renato Seabra pode sair beneficiada.

Renato Seabra vai hoje a tribunal e poderá ter um trunfo a seu favor: as irmãs de Carlos Castro já afirmaram que não gostariam que o caso fosse a julgamento.

Casa mantenham essa vontade, a defesa do modelo sairá beneficiada já que a pena será decidida em acordo com o advogado de acusação.

"Em Nova Iorque não se olha para o crime como um acto cometido somente contra uma vítima. Há uma noção muito forte de que um crime é um atentado também contra a família da vítima e o próprio estado, que se sente lesado por o crime ter ocorrido dentro do seu território", explicou Tony Castro ao jornal i. "Em casos que envolvem sexualidade, é muito comum a família pretender que a arca dos segredos permaneça fechada. Se houver julgamento, serão revelados publicamente alguns pormenores que são embaraçosos, indiscretos ou que causam vergonha", afirmou o advogado.

Renato Seabra vai ser ouvido por volta das 14.30 (19.30 hora portuguesa) e, segundo esclareceu o seu advogado ontem, deverá declarar-se inocente.

Siga a Nova Gente no Instagram