Nacional
Inês Pedrosa

Herdeira do milionário Lúcio Feteira

Seg, 16/08/2010 - 13:26

A escritora é sobrinha-bisneta da mulher do empresário, Adelaide Feteira, e um dos cerca de 13 herdeiros de mais de metade da fortuna do empresário.

Foi Inês Pedrosa que o confirmou ao Diário de Notícias, mas afirma: "Nunca contei com isso, nem conto porque tem sido tudo muito complicado".

Inês e o irmão, Ricardo, ficaram a saber que tinham direito à herança de Feteira após a morte, em 2003, da tia Adelaide Guerra dos Santos, irmã da sua bisavó, mas há mais de dez anos que o caso tem travado sucessivas batalhas judiciais (desde a morte de Lúcio em 2000).

O empresário português, há muito a viver no Brasil, e a tia-bisavó da escritora eram casados em comunhão geral de bens. Como manda a lei, metade da fortuna do empresário seria para Adelaide, a mulher legítima de quem nunca se divorciou.

Mas Adelaide morreu e a sua parte da herança transitou para os sobrinhos. Era vontade de Lúcio que a quota disponível da fortuna fosse dividida em três partes iguais: uma transitava para a mulher, a outra seria entregue à filha Olímpia e a última seria dividida noutras três partes: 80% seria entregue à Junta de Freguesia de Vieira de Leiria para a construção de uma fundação, 15% ia para a secretária e amante Rosalina Ribeiro e 5% ficavam para uma sobrinha que acompanhou a mulher Adelaide, ao longo da vida.

"Ainda nem se conseguiu perceber a quantia, porque têm faltado documentos para fazer o inventário de todos os bens do meu tio",revelou Inês Pedrosa ao DN, acrescentando: "Soube da morte da senhora Rosalina em Dezembro, por causa do processo de herança, mas até pensava que tinha sido morta na sequência de um assalto."

A escritora lembra-se de em criança ver o tio Lúcio em festas de família, mas cresceu com a ideia de que ele estava sempre fora: "Os tempos eram outros, a minha tia sabia dos seus casos".

Siga a Nova Gente no Instagram