Nacional
Inês Herédia

Emagreceu na novela da TVI e não só: «Tive uma infeção nos olhos de tanto chorar»

Ter, 27/10/2020 - 12:30

Inês Herédia abriu o coração para falar da sua personagem em Quer o Destino, que lhe valeu menos quilos e um problema de saúde.

Inês Herédia faz revelações inéditas sobre a sua Isabela, interpretada na novela Quer o Destino, transmitida na TVI e terminada esta segunda-feira, 26 de outubro. Segundo a atriz, durante vários meses de gravações chegou a dormir quatro horas por noite, teve uma infeção nos olhos de tanto chorar em cena e emagreceu.

Estas revelações foram feitas através de um longo texto que partilhou nas redes sociais, como forma de 'despedida' da novela, no qual tece rasgados elogios à produção e aos atores do elenco.

«Sempre pensei que, com a distância, fosse mais fácil para mim perceber o que este projeto foi na minha vida. Enganei-me. Não sou muito de vir aqui espetar o que se passa na minha vida pessoal e teria de o fazer para que percebessem minimamente o que atravessei durante este ano», começou por dizer.

«O que posso partilhar é que da mesma maneira que quem nos seguiu se envolveu como nunca antes, deste lado, comigo, foi igual. É avassalador o abanão que a minha vida levou durante este processo, até aos últimos dias de emissão. A Isabela deu-me tanta coisa que não consigo pôr por palavras, entrelaçou-se comigo de tal maneira que a dada altura estava viciada nela. É fácil ler mal isto, não há-de existir muita gente a percebê-lo, mas a verdade é que às vezes é assim. E está tudo bem», disse.

«Os meus níveis de ansiedade estavam altos»

Inês Herédia conta também que as cenas dramáticas que Isabela viveu na história deixaram-lhe mazelas físicas: «Durante aqueles meses, dormi quatro horas por noite, porque não conseguia parar de estudar, tive uma infecção nos olhos de tanto chorar em cena e, à medida que chegava cada vez mais próxima da Isabela, sentia-me cada vez mais distante dela. Os meus níveis de ansiedade estavam tão altos que até peso perdi».

Apesar de tudo, a atriz enaltece este projeto e os amigos que fez para a vida. «Fui tão feliz. Foi o projecto em que fui mais feliz, entrava e saía de estúdio de sorriso rasgado, trouxe comigo uma mão cheia de gente que já não se inventa, senti-me valorizada e acarinhada por uma equipa inteira e quando, no fim, quase caí de tanto peso que levava nas costas, tive tantas mãos esticadas para me levantar que me esqueci da mochila que levava», revelou ainda.

Inês termina ainda com uma referência aos filhos, os gémeos Luís e Tomás, de ano e meio: «Os meus filhos tinham 10 meses quando isto começou, o mundo era um lugar seguro. Um ano depois, os meus bebés vão fazer dois anos e eu cresci à mesma velocidade que eles. Por causa deste projecto, desta história, desta personagem, destas pessoas e da minha família. Obrigada».

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais

Siga a Nova Gente no Instagram


NG top