Nacional
Humberto Bernardo

Investigado pela PJ

Sex, 12/04/2013 - 12:05

A Polícia Judiciária (PJ) foi ao local de trabalho do antigo apresentador investigar a atividade dele enquanto assessor da secretaria de Estado das Obras Públicas.

Humberto Bernardo ficou conhecido do grande público por ter trabalhado no final dos anos 90 na televisão.

De acordo com notícia da imprensa diária ele está agora a ser investigado pela assessoria que prestou a Paulo Campos, ex-secretário de Estado das Obras Públicas de José Sócrates, com quem tinha um contrato de prestaçãos de serviços.

A investigação feita pelo DCIAP no âmbito das parcerias público-privadas investiga, neste caso, o valor gasto em sete cerimónias de assinatura de contratos de outras tantas novas subconcessões de autoestradas.

De acordo com a notícia, o Tribunal de Contas "detetou um aumento de encargos para o Estado", tendo custado cinco cerimónias "500 mil euros" e as outras duas "750 mil euros".

"Em média, Humberto Bernardo ganhou 2438 euros líquidos por mês, sem despesas de representação", de acordo com a mesma notícia.

Siga a Nova Gente no Instagram