Nacional
Hugo Ernano: o militar condenado por ter morto criança com bala perdida

Quem pagou os mais de 50 mil euros de indemnização?

Sex, 25/11/2016 - 08:00

Hugo Ernano recebe ajuda de amigos de empresa de aviação.

Foram vários os amigos que conseguiram angariar dinheiro que Hugo Ernano, militar da GNR, foi condenado a pagar. No total, foram mais de 55 mil euros de indemnização que já foram entregues aos pais do jovem de 13 anos que foi morto pelo militar durante uma perseguição policial que ocorreu a 11 de Agosto de 2008, em Santo Antão do Tojal, concelho de Loures.

 

Do valor total, 11 mil euros são para o pai. Que levou o filho para o assalto- e o restante para a mãe, sendo ainda pagas as despesas judiciais. O grupo que ajudou Hugo Ernano foi criado no Facebook e intitulado “Voar pelo Hugo”. É composto por cerca de 6400 pessoas que conseguiram, em 71 dias, angariar o montante de que Hugo Ernano necessitava, numa altura em que o militar ainda cumpre uma suspensão de quatro anos, motivo pelo qual só está a receber um terço do ordenado.

 

A Nova Gente sabe que cerca de 2500 das pessoas que integram aquele grupo fizeram transferências bancárias voluntárias e que pertencem a uma das maiores empresas de aviação portuguesa. “Ajudaram-me num momento importante. Não os conhecia, a todos, foram vindo através de amigos. Agora posso dizer que já os conheço e que são meus amigos”, disse o militar da GNR à Nova Gente.  

Siga a Nova Gente no Instagram