Nacional
Fanny Rodrigues

Em lágrimas ao receber surpresa da irmã: «É como se fosse minha filha»

Ter, 28/01/2020 - 23:03

Fanny Rodrigues voltou a sentar-se no sofá do programa A Tarde é Sua, também da TVI, três meses depois de lá ter desabado em lágrimas. A ex-concorrente da Casa dos Segredos voltou a chorar, desta vez, por causa da irmã, Carina Rodrigues

Fanny Rodrigues voltou a sentar-se no sofá do programa A Tarde é Sua, também da TVI, três meses depois de lá ter desabado em lágrimas. A ex-concorrente voltou a chorar. O foco da conversa com Fátima Lopes foi o manancial de julgamentos a que está sujeita desde que participou no reality show Casa dos Segredos. 

Desta vez, a jovem de Oliveira de Azeméis não conteve a emoção depois de ouvir a irmã, Carina, a falar sobre a forma como ela e a família foram lidando com as críticas. «Confesso que, no início, foi bastante difícil para mim lidar com a situação porque, de um momento para o outro, perdemos a nossa privacidade e coisas normais da vida de se fazer tornaram-se difíceis para nós», assumiu a jovem, hoje com 18 anos, que continua a viver na Suíça com os pais.

Carina continuou assumindo que os «maus comentários» que lê sobre a família os «atinge de alguma maneira». «Mas também é uma coisa com a qual temos de saber lidar», contrapôs, para depois completar: «Para mim, são pessoas que não estão resolvidas com a vida, que não são felizes. E, então, o meio delas para ficarem minimamente felizes é virem atacar a felicidade dos outros e a vida dos outros. A minha irmã é uma pessoa super resolvida com a vida, que está super feliz e que é uma irmã excelente. É o meu ídolo.»

Palavras que levaram a «belle portugaise», como ficou conhecida aquando da Casa dos Segredos, às lágrimas. «Sempre que venho [a este programa] digo que não vou chorar. Já nem vale a pena dizer isso!», riu-se. Depois, reagiu ao depoimento da irmã: «Ela é como se também fosse minha filha. Se bem que, às vezes, é mais ela que me dá colo do que eu a ela. Já estamos nessa fase. Já tenho muitas saudades dela.»

«Parece que está grávida há três anos»

Olhando para as redes sociais como «um ringue de boxe onde as pessoas vão descarregar» as suas frustrações, Fanny Rodrigues não esquece os duros julgamentos a que foi e continua a ser sujeita. Desde «pequena e gorda» a «popota», muitos foram os insultos que recebeu. Até «sotaque de labrega» a ex-concorrente da segunda edição da Casa dos Segredos ouviu dizer que tinha.

Hoje, está «calejada» a essas críticas e diz-se «feliz e apaixonada». Mas não nega que chorou muito. «Então não?! Pois chorava», assentiu. A falta de autoestima levou-a a, com apenas 20 anos, fazer as primeiras correções ao corpo. «Nessa altura, fiz uma lipoaspiração e coloquei implantes mamários», recordou. «Diziam que eu tinha as mamas maior do que a cabeça», lamentou.

Poucos anos depois, engravidou, aumentando 31 quilos. «Ei, essa parece que está grávida há três anos!'», ouvia. «As pessoas são muito invasivas e não têm noção de que há coisas que não se pode dizer», defendeu, lamentando que as críticas venham do sexo feminino. «Os rapazes estão-se nas tintas, as mulheres já não. Por isso é que a minha única amiga é a minha mãe. Ponto final. As mulheres já são mais mesquinhas em certas coisas.»

A perda de peso após a gestação foi «automática». «Tive de meter na cabeça que tinha de fazer qualquer coisa por mim», recordou em conversa com Fátima Lopes. Já com alguns quilos a menos, Fanny Rodrigues submeteu-se a uma lipoabdominoplastia, «quase um ano» depois do nascimento do filho, Diego, fruto da relação com João Almeida.

O propósito da cirurgia já foi completamente diferente do das anteriores. «Esta cirurgia já não foi como as outras, que fiz também para calar o povo [...] e para ver se tinha um bocado de aceitação e se deixava de haver tanto ódio à minha volta», confessou.

«Não gostam de mim, Não me vejam»

Para ultrapassar estes julgamentos contínuos, Fanny Rodrigues suporta-se na família e no «homem com 'H' grande» que tem ao seu lado. E disse ter consciência de que as críticas não vão parar: «Até me podia banhar a ouro e a prata. As pessoas que não gostam de mim jamais vão gostar. Ou é porque a raiz está comprida, ou é porque tenho um piercing no nariz, ou é porque estou toda rabiscada...»
«Não gostam de mim, Não me vejam», aconselhou. Mas, depois, mudou o discurso: «Sabe que eu até agradeço... Aprendi a ver sempre o copo meio cheio. Se essas pessoas não me atacassem, eu agora não estaria aqui sentada. Já pensou, Fátima? Se calhar, já estava esquecida, em Oliveira de Azeméis, na minha vidinha... Sou-lhes grata. Hoje em dia sou-lhes grata.»

«Hoje em dia estou tão bem resolvida que acho que elas ao criticar-me só me dão mais força. Estou a falar a sério! Nunca pensei dizer isto! [...] Posso fazer 30 por uma linha que nunca vou estar bem. É não ligar... Eu admiro essas pessoas, a sério. Porque dar-se ao trabalho de vir às minhas redes e de estar ali a perder tempo... Eu até as admiro, no fundo», reiterou a ex-concorrente da Casa dos Segredos, ironizando com o facto de, agora, ser criticada por «exibir a sua magreza».

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Impala e reprodução Instagram

 

Siga a Nova Gente no Instagram