Internacional
Fadi Fawaz

Ex de George Michael preso por destruir a mansão do cantor

Sáb, 27/07/2019 - 16:20

Fadi Fawaz foi preso depois de ter, alegadamente, destruído a casa de George Michael. O cantor deixou o australiano de fora do testamento, com uma fortuna avaliada em mais de 100 milhões de euros.

Fadi Fawaz, de 46 anos, era o namorado de George Michael na altura da morte do reconhecido cantor, que aconteceu no dia 25 de dezembro de 2016.

Agora, dois anos e meio após o fatídico dia, o australiano foi preso depois de ter, alegadamente, destruído a mansão do cantor, situada em Londres, no Reino Unido. 

De acordo com o jornal Mirror, a polícia foi chamada ao local na terça-feira passada, dia 23 de julho, por volta das 19 horas, depois de um vizinho ter ligado para as autoridades a dizer que viu Fadi no telhado da moradia. 

Quando chegaram ao local, os polícias encontraram a residência completamente vandalizada e levaram o companheiro do artista à esquadra, suspeito de «dano criminal agravado». 

George Michael deixou Fadi Fawaz de fora do seu testamento, com uma fortuna avaliada em mais de 100 milhões de euros. Ao longo destes últimos anos, o australiano recusou-se a sair da mansão, contra a vontade da família da estrela musical. 

Conduct Unbecoming for an alleged "Icon Partner". Comeuppance!! #fadifawaz is finally being dealt with!

George Michael's former lover Fadi Fawaz is arrested by police https://t.co/JL3fXwYFlA via @MailOnline

— Fey Photeine (@fey_photeine) 24 de julho de 2019

«Até as sanitas foram partidas» 

Ao The Sun, uma fonte contou que «nunca viu nada assim».

«Todas as paredes, portas e janelas... Tudo o que George deixou ali está completamente destruído», continua. «Até as sanitas foram partidas. Isto não pode ter acontecido numa só noite, ele deve ter começado a destruir a casa há muito tempo», frisa. 

«É uma vergonha porque George adorava este lugar e estava sempre tão bonito», remata.

Texto: Ivan Silva; Fotos: Reuters e DR

 

Siga a Nova Gente no Instagram