internacional
Director Do Fmi

Acusado de crime sexual

Seg, 16/05/2011 - 10:54

Dominique Strauss-Khan vai comparecer hoje no tribunal criminal de Nova Iorque, onde deverá ser formalmente acusado de tentativa de violação de uma jovem empregada de hotel.

O director do FMI é notícia em todo o mundo e não é divido à ajuda internacional a Portugal.  Dominique Strauss-Khan é acusado de tentativa de violação e deve ser presente hoje a tribunal.

O director do Fundo Monetário Internacional encontra-se sob custódia policial, depois de ter sido acusado na madrugada de domingo de agressão sexual, tentativa de violação e sequestro de uma empregada de hotel no quarto onde estava hospedado em Nova Iorque. Dominique Strauss-Khan dever-se-ia ter apresentado em tribunal ontem, mas a audiência foi adiada a pedido do procurador para novas análises de recolha de provas.

O novo "exame científico e forense" referido pelo advogado terá como objectivo procurar no corpo de Strauss-Khan arranhões ou vestígios de ADN da alegada vítima, segundo adiantou o Wall Street Journal.

Entretanto, os adovogados do director do FMI já avisaram que este pretende declarar-se inocente e "defender-se vigorosamente" de todas as acusações. Dominique Strauss-Khan deverá ficar hoje a saber se pode ser libertado sob fiança.

Siga a Nova Gente no Instagram