Saúde e Beleza
Dia Dos Namorados

Higiene Oral: como conseguir o beijo perfeito

Qui, 14/02/2019 - 15:40

Quando beijamos alguém, o nosso ritmo cardíaco pode chegar às 150 batidas por minuto, 33 músculos da cabeça e face são exercitados e podemos consumir até 15 kcal por beijo, é fantástico não é?

Artigo de opinião

Por Gonçalo Oliveira e Sá - Médico Dentista

 

Aproximando-se o dia de São Valentim, mais conhecido por “Dia dos Namorados”, é a altura perfeita para praticarmos e conseguirmos o “beijo perfeito”, oferecendo-o assim à pessoa amada. 

Vamos então perceber como podemos ter tudo para que esse dia seja em grande. 

Antes de beijar: dentes, língua e gengivas limpas

O beijo é uma forma próxima de carinho, quase universal a toda a espécie humana e faz parte da cultura de muitas pessoas como uma demonstração de amor, um cumprimento ou simplesmente de respeito. Para que o beijo seja dado e recebido de forma segura, é essencial que a limpeza dos dentes com recurso a um bom dentífrico e uma escova dos dentes suave ou macia, seja feita 2 a 3 vezes por dia, de preferência logo após as refeições.

O uso de fio ou fita dentária antes da última escovagem é extremamente importante, pois muitas das bactérias que provocam a halitose (mau hálito) encontram-se entre os dentes, só sendo correctamente limpas recorrendo a este elemento imprescindível na higiene oral diária. Limpar os restos de comida da língua com a escova, em movimentos de dentro para fora, é também de particular importância para se manter uma boca saudável.

Controle as defesas orais: visitas regulares ao médico dentista

Uma boca sã é a primeira barreira para que doenças bucais possam ser travadas. Manter os dentes e gengivas limpas com a regularidade adequada, faz com que haja a remoção de tártaro e placa bacteriana (resto de comida) que, por um motivo ou outro, não se conseguem remover na higiene diária.

Para tal efeito, é necessário recorrer-se a um Médico Dentista ou Higienista Oral e efectuar uma correcta higienização oral, bem como um check-up aos problemas orais mais e menos comuns.

Alimentação Saudável: coma bem, beije melhor

Alguns alimentos ricos em hidratos de carbono ou em gorduras, iniciam o seu processo de degradação através de enzimas que existem na saliva. Comer demasiados alimentos açucarados ou gordos propiciam o aparecimento de alterações desagradáveis no hálito. Comer muito em pouco tempo também pode provocar o refluxo dos ácidos gástricos, sendo que estes provocam fenómenos de halitose (mau hálito).

Passo a passo do beijo perfeito

1) Mantenha a higiene oral sempre em dia, escovando sempre após as refeições e nunca esquecendo o uso de fita dentária.

2) Evite beijar muitas pessoas num curto período de tempo, a exposição exagerada a muitos microorganismos diferentes diminui a capacidade de resistência da flora oral pode favorecer a contaminação de doenças.

3) Muitas doenças infecciosas são transmitidas pela saliva, não facilite e escolha bem o parceiro e pratique o beijo apenas com quem você conhece e confia.

4) Se ocorrem pequenas lesões e alterações nas estruturas bucais (lábios, língua, dentes, gengivas e bochechas) procure um Médico Dentista para que ele lhe dê as recomendações e orientações para se efectuar um tratamento correcto.

 

Tire as suas dúvidas

Sabia que pode tirar as suas dúvidas sem se quer sair do sofá? Pois, é verdade. Através do e-mail saude.novagente@worldimpalanet.com poderá ter a resposta que precisa para o seu estado de saúde.

O tempo de resposta ao mesmo vai depende do volume das mensagens recebidas dos leitores.

Gonçalo Oliveira e Sá - Médico Dentista - Director Clínico - Clínica Oliveira e Sá

Siga a Nova Gente no Instagram