Nacional
Depressão profunda e violência doméstica

Há três anos afastada da televisão, atriz revela vida de sofrimento

Ter, 16/10/2018 - 16:00

Helena Laureano esteve esta segunda-feira, dia 15, como convidada no programa de Júlia Pinheiro, na SIC.

Esta segunda-feira, dia 15 de outubro, Helena Laureano esteve no programa de Júlia Pinheiro, na SIC.

Durante a conversa com a apresentadora, a atriz, de 51 anos, revelou ter passado por uma depressão profunda durante cerca de dois anos, após a morte da mãe. 

«Não desejo a ninguém», começou por dizer. «Não conseguia verbalizar. Eu falava com a minha mãe. Deitava-me e falava com ela. Resolvi os meus problemas a dormir», explicou.

A atriz partilhou com Júlia Pinheiro que foi a filha, Beatriz, quem a ajudou a ultrapassar este doloroso período.

Porém, Helena Laureano confessou que a dor permanece: «Vais relativizando de certa maneira. Vais tendo as memórias. Vais-te lembrando. Falas sobre ela, falo com ela. As coisas não passam. É impossível».

A mãe da atriz, Maria Helena, morreu aos 76 anos, em 2014, vítima de uma paragem cardíaca. 

Violência Doméstica

Durante a entrevista, Helena Laureano falou ainda sobre violência doméstica. A atriz não esconde ter sofrido agressões no passado e comentou o assunto. Quando interpretou uma personagem que sofria de violência doméstica na novela Rosa Fogo, sabia bem o que era sofrer do mesmo em casa. 

Três anos após estar afastada da televisão, Helena Laureano está agora a trabalhar como responsável de comunicação numa imobiliária de luxo.

Fotos: Arquivo Impala e Reprodução Instagram

Siga a Nova Gente no Instagram