Nacional
Cristina Ferreira

"Não faria sentido ir". Apresentadora explica ausência nos Globos de Ouro

Dom, 03/10/2021 - 12:45

Cristina Ferreira quebra o silêncio para explicar por que razão não vai à cerimónia da SIC. Apresentadora está nomeada para o prémio Personalidade do Ano na área do Entretenimento.

Cristina Ferreira não vai estar presente na cerimónia dos Globos de Ouro que se realiza este domingo à noite, 3 de outubro, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. A NOVA GENTE já tinha avançado em primeira mão que a apresentadora rejeitou o convite da SIC, mas agora é a própria a falar do assunto. 

Na apresentação da sua nova coleção de óculos de sol, no Porto, Cristina Ferreira afirmou: "Fui convidada, mas não faria sentido ir. Vou estar a trabalhar", disse ao JN. No mesmo horário em que será emitida a festa da SIC, será emitida também a gala do "Big Brother", na TVI, com dupla expulsão, e, conforme o nosso site já tinha revelado, a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI vai estar nos estúdios da Venda do Pinheiro.

Cristina Ferreira foi convidada, porque está nomeada para o prémio de Personalidade do Ano na área do Entretenimento, ao lado de Filomena Cautela (RTP), João Baião (SIC), Ljubomir Stanisic (SIC) e Vasco Palmeirim (RTP).

Recorde-se que Cristina Ferreira e a SIC não ficaram com a melhor relação desde que a apresentadora saiu da estação de Paço de Arcos, em julho de 2020, e o processo em tribunal ainda decorre. Aliás, no livro de memórias de Francisco Pinto Balsemão (dono da SIC), lançado em setembro, há uma passagem sobre a apresentadora onde é revelado, na primeira pessoa, o choque que foi a saída inesperada de Cristina da SIC.

Cristina Ferreira faz balanço de um ano na TVI

À mesma publicação, Cristina Ferreira fez ainda um balanço sobre este primeiro ano à frente da TVI e mostra-se "feliz com os meses de grande crescimento", do canal. "Sempre fui realizada, desde o início. E não sei se me arrependi, alguma vez, de uma decisão que tenha tomado", disse.

"Nunca tinha estado num cargo destes [de direção]. Se entrasse agora, seria uma mulher completamente diferente daquela que entrou há um ano. Sei mais do que sabia, e tenho mais capacidades. Temos uma estação cimentada. Tudo o que fizemos até agora está sustentado", acrescentou, garantindo que quer "colocar a estação no lugar que merece e nem sequer é o da liderança": "É perceber que fazemos televisão para as pessoas que nos acompanham, elas sentem-nos como estação. Ser primeira é o meu objetivo, mas ser primeira não tem de ser ganhar todos os projetos".

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Reprodução redes Sociais

Siga a Nova Gente no Instagram