Nacional
Cristina Ferreira e a guerra com a SIC

Apresentadora recusou seis programas

Qui, 22/10/2020 - 11:14

De acordo com o processo que a SIC pôs a Cristina Ferreira, a apresentadora terá recusado apresentar “A Máscara” e “O Noivo é que Sabe”, entre outros.

Cristina Ferreira recusou apresentar seis programas, durante o ano e meio que esteve na SIC. Esta informação consta do processo que a estação de Paço de Arcos entregou no Tribunal Cível de Lisboa, no qual pede à apresentadora uma indemnização de mais de 20 milhões de euros. Esta informação é avançada pela revista TV 7 Dias que chega às bancas esta sexta-feira, 23 de outubro, com mais pormenores sobre o processo.

De acordo com a SIC, os formatos recusados por Cristina Ferreira foram "A Máscara", "LipSync Portugal", "O Noivo é que Sabe", "Quem Quer Ser Milionário?", "A Experiência" e "Escola de Sogros", diz a TV 7 Dias, revelando ainda que a nova diretora de Entretenimento e Ficção da TVI alegou «desgaste de imagem e da marca Cristina» ou «falta de interesse nos projetos».

Ainda de acordo com a nossa publicação, o contrato da então apresentadora da SIC previa que esta apresentasse todos os anos um programa de horário nobre. Antes da rescisão unilateral do cotrato, a 17 de julho deste ano, já estaria acordado que Cristina iria apresentar a cerimónia dos Globos de Ouro de 2021 (a deste ano foi cancelada, devido à pandemia de Covid-19), o programa de caça-talentos "A Outro Nível", que seria emitido aos domingos, e um programa para a nova plataforma de streaming do canal de Paço de Arcos, que será lançada em novembro. Este programa deveria ter sido gravado em setembro.

Mudança de advogado

Estes factos serão apresentados em tribunal pela SIC contra Cristina Ferreira, para sustentar o pedido de indemnização por quebra de contrato. A estação acusa ainda a apresentadora de violar o dever de confidencialidade.

Recorde-se que Cristina Ferreira mudou de advogados, tal como a TV 7 Dias já tinha avançado, e os novos representantes da apresentadora pediram o prolongamento do prazo para responder à acusação, de forma a conseguirem analisar todos os documentos que constam do processo. A nova diretora de Entretenimento e Ficção da TVI já refutou por completo o pedido de indemnização milionária que a SIC lhe exige.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: reprodução redes sociais

Siga a Nova Gente no Instagram


NG top