Nacional
Concorrente do Love On Top abre o coração sobre o seu passado

«Sei que o meu pai batia na minha mãe, mesmo quando ela estava grávida»

Qua, 22/08/2018 - 21:36

Em conversa exclusiva, o concorrente expulso do Love On Top confessa ser uma pessoa tímida, devido aos traumas de infância. Ricardo Agostinho revela passado de fome, violência e drogas.

Ricardo Agostinho, que abandonou a sétima edição de Love on Top no dia 18 de agosto, revela-nos em exclusivo o seu percurso, marcado pelo sofrimento, trabalho e luta.

O jovem da pequena aldeia de Aranhas, em Castelo Branco, nasceu no seio de uma família com dificuldades económicas. Com poucos rendimentos, cinco filhos e um marido viciado em droga, a mãe de Ricardo vivia num sofrimento diário.

«Passávamos fome», começou por admitir o ex-concorrente do Love On Top, que referiu que o pai «marcava a comida». «Sei que o meu pai batia na minha mãe, mesmo quando ela estava grávida. Tirava-lhe o pouco dinheiro que tinha para a droga», revelou.

«Sofro de muitos traumas»

Ricardo afirma que não mantém qualquer relação com o pai e que este o fez passar por situações que o marcaram para a vida. «Quando era mais novo, o meu pai às vezes aparecia em casa para nos meter medo. Usava lanternas e chegou a levar ciganos lá para casa, para nos intimidar», relembra. «Confesso que, quando era mais novo, às vezes ouvia barulho na rua e ficava com medo», acrescentou.

«Hoje sou uma pessoa insegura e não tenho grande confiança em mim. Sofro de muitos traumas», assume o ex-Top Boy.

Leia aqui as restantes declarações do primeiro rapaz expulso da mansão do amor!

Siga a Nova Gente no Instagram