Nacional
Conceição Queiroz

Chora em direto ao dar uma notícia de George Floyd: «Toca-me profundamente»

Dom, 31/05/2020 - 11:27

As lágrimas de Conceição Queiroz estão a emocionar o País. A pivô emocionou-se em direto na TVI24 ao dar uma notícia relacionada com o caso de George Floyd e, agora, está a comover milhares de telespectadores

Conceição Queiroz não conteve as lágrimas em pleno direto na TVI24. A pivô lançava uma peça cujo tema era o caso de George Floyd quando se deixou tomar pela emoção e começou a chorar. As lágrimas da jornalista são agora as lágrimas do País, uma vez que milhares de telespectadores assistiram ao momento e estão a partilhá-lo nas redes sociais em forma de homenagem.

George Floyd, o afroamericano de 46 anos que morreu após um polícia se ter ajoelhado sobre o seu pescoço, chocou os Estados Unidos e o mundo. Conceição Queiroz, assim como milhares de portugueses, não ficou indiferente ao caso. Por isso, ao comunicar que o polícia que asfixou George já tinha sido detido, acabou por ficar visivelmente consternada, levando a realização a passar à emissão da peça jornalística sem que conseguisse terminar o texto.

«Esta coisa de desvalorizar o racismo, as questões raciais, significa fazer tábua rasa»

No Instagram, Conceição Queiroz já tinha publicado um vídeo onde mostra a revolta e chama a atenção de todos os que deixam passar os casos de racismo em branco. «Toca-me direta e profundamente. (...) Esta coisa de desvalorizar o racismo, as questões raciais, significa fazer tábua rasa, deitar por terra todas as lutas feitas nesse sentido. É ofender a comunidade também», alerta.

O caso que está a chocar o mundo aconteceu na passada segunda-feira, dia 25 de maio, em Minneapolis, uma cidade do estado do Minnesota, nos Estados Unidos. O vídeo, que continua a correr a Internet, mostra um polícia a imobilizar George Floyd no chão, colocando um joelho no pesçoso do homem afroamericano. Apesar das onze vezes em que George repetiu «não consigo respirar», a força do polícia continuou e acabou por provocar a sua morte.

Na sequência desta cena, que o mundo desejava que fosse apenas ficção, milhares de norte-americanos protagonizaram protestos anti-racismo.

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Impala e reprodução TVI

Pontos de Venda das Nossas Revistas

Siga a Nova Gente no Instagram