Nacional
CNN Portugal

Os 3 reforços de peso espalhados pelo mundo

Dom, 07/11/2021 - 08:30

A CNN Portugal vai ter três fortes reforços como correspondente nos Estados Unidos, em Bruxelas e em Tóquio. Saiba quem são. Ao todo, o canal terá mais de dez jornalistas pelo mundo.

A CNN Portugal, cujas emissões arrancam no dia 22 de novembro, em substituição da TVI24, já apresentou a sua rede de correspondentes. Dois deles, de resto, transitam da Informação da TVI para o novo projeto de Informação da Media Capital, liderado por Nuno Santos.

Luís Costa Ribas, que chegou à TVI, em maio, ao fim de mais de 20 anos na SIC, é o correspondente da CNN Portugal nos Estados Unidos. Já Pedro Moreira junta-se à equipa do novo canal correspondente em Bruxelas. Por sua vez, Filipe Santos Costa ficará sediado em Tóquio, com atenções na Ásia.

A CNN Portugal “conta ainda com reforços no Brasil e em cerca de dez cidades estratégicas em todo o mundo, como é o caso de Luanda, em Angola; Madrid, em Espanha; Paris, em França; Londres, no Reino Unido; Roma, em Itália; Toronto, no Canadá; Sidney, na Austrália; Kuala Lumpur, na Malásia; e Miami, nos EUA”, avança a Media Capital, na sua newsletter.

“O nosso foco é Portugal, mas o mundo está cada vez mais pequeno. Estes jornalistas funcionam como a nossa guarda avançada. Muitos estão em cidades ou regiões onde temos grandes comunidades de cidadãos nacionais e consideramos esse facto relevante”, vinca o diretor da CNN Portugal, Nuno Santos. “Sublinho que muitos deles, mesmo os que trabalham nos seus mercados, concorreram ao nosso casting, o que revela a força da marca CNN”, acrescenta.

“Todos os correspondentes internacionais da CNN Portugal têm o português como língua-mãe e possuem formação como jornalistas. Em alguns casos, são profissionais que apresentam um currículo que atesta uma experiência profissional considerável, em linha com os objetivos de um projeto de informação à escala global”, refere a Media Capital.

“A identificação das grandes comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, como acontece em Luanda, Paris, Londres ou Toronto, tem sido um fator determinante na escolha das cidades onde a direção da CNN Portugal quer ter a sua rede de jornalistas. O correspondente em Angola também terá a missão de assegurar a cobertura jornalística dos países africanos de língua oficial portuguesa”, pode ainda ler-se.

A redação da CNN Portugal tem vindo a ser reforçada com vários nomes da Informação da TVI e de outros canais. Até agora, os mais sonantes são os de Judite Sousa e Júlio Magalhães.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Divulgação CNN Portugal e reprodução redes sociais

Siga a Nova Gente no Instagram