Nacional Ver Video
Chicão

Entrevista ao lado da mulher: "A política foi a cola e o cimento que nos uniu"

Qua, 19/01/2022 - 08:00

Chicão, como é conhecido Francisco Rodrigues dos Santos, e Inês Guerra Vargas são casados e com cargos no ou em representação do CDS. Mas Francisco Rodrigues dos Santos abandonaria a política se Inês lhe pedisse para o fazer.

Conheceram-se na Juventude Popular. Hoje, Chicão, como é conhecido Francisco Rodrigues dos Santos, e Inês Guerra Vargas são casados e com cargos no ou em representação do CDS. Mas Francisco Rodrigues dos Santos abandonaria a política se Inês lhe pedisse para o fazer.

Numa entrevista conjunta – inédita em líderes partidários –, o presidente do CDS/advogado e a deputada municipal em Rio Maior/nutricionista abordam o pessoal e o político: dos debates televisivos e prioridades para o País à eventualidade de um futuro filho seguir as pisadas do pai no Colégio Militar.

Adiaram a vossa lua-de-mel por compromissos individuais de cada um. Temem que estas eleições façam com que festejem os primeiros aniversários de casamento sem lua-de-mel gozada?
Francisco Rodrigues dos Santos (FRS)
– Tivemos uma mini-lua-de-mel, por assim dizer: uma semana, no início de agosto. Fomos às Maldivas. Já deu, pelo menos, para passarmos algum tempo de qualidade juntos, que foi coisa que nos últimos dois anos não sobejou.

Inês Guerra Vargas (IGV) – Já tivemos, mas soube a pouco. Acho que podíamos repetir, com mais tempo, só não sabemos quando.

A Inês vai participar na campanha ou vai manter-se afastada?
IGV – Não vou conseguir participar tanto quanto gostaria. Adorava poder fazer a volta nacional com o Francisco, infelizmente, por razões profissionais, não consigo. Mas vou tentar estar o mais possível e, sempre que o Francisco estiver em Lisboa, eu farei por acompanhá-lo.

Texto: Carlos Gonçalo Morais; Fotos: Helena Morais

Leia a entrevista completa na edição impressa da revista NOVA GENTE que já está nas bancas.

Siga a Nova Gente no Instagram