Internacional
Caso Maddie MacCann

Christian Brueckner pode estar envolvido no desaparecimento de outra criança

Sáb, 06/06/2020 - 22:10

Christian Brueckner pode estar envolvido no desaparecimento de mais uma criança. A família de um menino que desapareceu em Aljezur há 24 anos revelou que foi contactada pelas autoridades alemãs.

A família de um menino que desapareceu em Aljezur, no Algarve há 24 anos, revelou que foi contactada pelas autoridades alemãs na sequência dos desenvolvimentos no caso de Maddie McCann. De acordo com o The Sun, o pai de René Hasse, o menino de seis anos desaparecido, afirmou que foi contactado pelo Departamento Federal de Polícia Criminal (BKA), pela primeira vez em 20 anos, uma vez que o caso do desaparecimento do filho está a ser investigado novamente.

Afogamento era algo «improvável»

René estava de férias com a família em Aljezur, a cerca de 40 quilómetros da Praia da Luz quando, a 21 de junho de 1996, desapareceu misteriosamente depois de correr para o mar. As autoridades e a família já estavam conformadas com a possível morte por afogamento da criança, uma vez que nunca mais foi avistada na praia algarvia.

«René foi para Portugal com minha ex-mulher e com o seu novo parceiro», explicou Andreas Hasee à publicação. O pai acrescenta ainda que o menino era cuidadoso e que «não teria entrado facilmente no mar sozinho». Contudo, o progenitor acredita que René não esteja vivo. Na altura, foram analisadas as condições do mar e um especialista concluiu que um afogamento era algo «improvável».

A polícia alemã reabriu também a investigação acerca do rapto de Inga Gehricke, uma menina de cinco anos que desapareceu em 2015. A menina vivia a 90 quilómetros de uma casa de Christian Brueckner e desapareceu durante um passeio com a família.

Christian Brueckner, de 43 anos, é o principal suspeito do rapto de Maddie McCann. O alemão mudou-se para a Praia da Luz em 1995, aos 18 anos. Na altura, Brueckner já tinha sido condenado por crimes sexuais contra menores. De acordo com o Daily Mail, Bruekcner terá dito num chat online, em 2013, que tinha intenções de raptar uma criança para cometer abusos sexuais, utilizando terminologia nazi para explicar que iria fazer desaparecer «as provas».

Acompanhe toda a atualidade no Portal de Notícias

 

Pontos de Venda das Nossas Revistas

Siga a Nova Gente no Instagram