Nacional
Carolina Loureiro e o sonho de filme

Atriz quer criar família num hostel à beira-mar

Ter, 31/03/2020 - 20:30

Carolina Loureiro esteve à conversa com Rita Ferro Rodrigues e falou no desejo de ser mãe e num dos seus maiores sonhos.

Carolina Loureiro esteve à conversa com Rita Ferro Rodrigues, para o Elefante de Papel, e revelou o desejo de ser mãe e o sonho de ter um hostel à beira-mar. A atriz de 27 anos falou ainda sobre o mundo da televisão, o amor e os medos que tem na vida.

Carolina Loureiro fala no sonho de ser mãe, mas revela o medo de criar os filho nesta sociedade. Além disso, a atriz afirma que ainda não se sente preparada para dar esse passo na medida em que não se sente preparada para deixar de apanhar um voo para qualquer lado sempre que lhe apetece.

«Ainda não consigo pensar em ter filhos porque ainda não imagino a viver em minha vida sem poder fazer isso [viajar sem planos]. Eu quero muito ser mãe, é um objetivo de vida, mas não agora. Custa-me muito pensar em criar os meus filhos nesta sociedade, saber que eles vão ser formatados. É uma missão desformatá-los todos os dias», começa por revelar, acrescentando de seguida quem um dos seus maiores objetivos é ter um hostel. «Já o desenhei», confessou.

«Vejo-me a criar os meus filhos no hostel que vou abrir um dia na praia. Esse é o meu sonho e objetivo de vida. Isso é o que me vai dar a minha sanidade mental para sempre. Imagino-me num sitío muito tranquilo», revelou ainda.

«O ego é o nosso pior inimigo e as pessoas não entendem isso»

Rita Ferro Rodrigues questiona Carolina Loureiro sobre o que é viver no meio da «exposição pública, da televisão, da competição». A apresentadora quis saber que análise faz a jovem atriz, tendo em conta a sua experiência.

«Eu defino isto tudo como uma luta de egos e eu não gosto disso. Eu acho que isto é uma luta para ver quem é que é melhor ou sobre o 'eu sou melho do que tu' e eu abomino isso. O ego é o nosso pior inimigo e as pessoas não entendem isso e alimentam, então isto chega a pontos extremos de competição. Eu não me revejo nisso e é por isso que me assusta este lado mediático. Tento afastar-me um bocadinho disso porque eu não sou assim», começa por referir, falando de seguida dos esteriótipos de beleza da sociedade.

«Eu gosto de mostrar aquilo que eu sou. Gosto de mostrar o real», confessa, admitindo que não liga muito ao exterior e forma física. «Eu não ligo muito a isso. Eu ligo ao que está por dentro. Como eu me sinto bem por dentro, sinto-me bem para fora. Eu não tenho problemas em ter um bocadinho de barriga ou ter gordurinhas aqui de lado, eu estou bem sempre».

«Queria fazer com que toda a gente estivesse bem e eu nunca estava»

Questionada sobre se a vida profissional atarefada deixa espaço para o amor, Carolina Loureiro responde de forma sorridente dizendo que há sempre espaço para o amor de família, amigo e relação. A artista chega mesmo a referir que «nós somos amor».

«Há sempre espaço para o amor. A vida é feita de amor e tem que haver amor e se não houver tu és muito infeliz. E digo amor de tudo. Eu acho que nós somos amor e acho que se não fazes as coisas com amor não faz sentido» «Sou um bocadinho exigente com o amor porque eu sou muito livre e há muita gente que não sabe lidar com isso. Eu sou muito livre porque me pus em primeiro lugar, antes que toda a gente. Tirando a minha família que isso ainda ponho sempre em primeiro», diz.

«Tive muito tempo da minha vida em que não me punha [em primeiro] e que andava menos bem porque queria fazer com que toda a gente estivesse bem e eu nunca estava. Caíu-me a ficha! Eu não posso estar assim. Nasci sozinha, vou morrer sozinha», termina.

 

 

Leia a NOVA GENTE sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador. . . .

Eis os passos a seguir:

1 - Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2- Escolha a sua revista

3 - Clique em COMPRAR

4 - Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 - Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 - Não tem conta PayPal? Não há problema! Pode pagar através de transferência bancária!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

Texto: Inês Marques Fernandes; Fotos: reprodução Instagram

Siga a Nova Gente no Instagram