Internacional
Camila Coelho

Doença dificulta desejo de ter filhos

Ter, 11/02/2020 - 17:10

Camila Coelho sofre de epilepsia, doença que torna difícil realizar o sonho de ser mãe.

Camila Coelho, influenciadora digital, esteve no programa CBS This Morning esta segunda-feira, 10 de fevereiro, e mostrou-se satisfeita por estar a viver a semana da moda de Nova Iorque de forma mais tranquila.

A decisão de Camila não foi tomada de ânimo leve, já que teve muito a ver com a sua saúde e com o facto de sofrer de epilepsia desde os nove anos, tal como confesso durante a entrevista. «As minhas mãos começaram a fechar-se sozinhas. Foi aí que desmaiei e que tive uma convulsão», recordou. «Parecia que tinha estado a dormir e a próxima coisa que ouvi foi a minha mãe a chamar o meu nome, e eu não consegui responder-lhe», contou, acrescentando que a progenitora a aconselhou a não revelar que sofria desta doença.

«A minha mãe disse-me: ‘Camila, ninguém precisa de saber isto, ninguém precisa de saber que tiveste uma convulsão ou que tens epilepsia’. E eu sei que a minha mãe me estava a tentar proteger», continuou. «Esta foi uma das razões pelas quais nunca partilhei», disse ainda.

A dificuldade em ter filhos

Durante a conversa, Camila Coelho falou sobre o momento mais difícil que viveu devido à doença. «O momento mais difícil diria que é agora, que estamos a pensar em ter um bebé», confessou, acrescentando que a medicação que toma para a epilepsia torna difícil levar a gravidez a avante.

Mas esta situação não tem uma solução perfeita, nem tão pouco fácil de tomar, já que se deixar de os tomar e tiver uma crise, isso pode significar perder o bebé. «Se tiveres uma convulsão enquanto estás grávida podes perder o bebé», afirmou emocionada. «Por isso, estou assustada», confessou.

Apesar desta situação complicada, Camila Coelho decidiu continuar a tomar a medicação, pelo menos para já. A influenciadora digital deixou bem claro que uma das suas prioridades agora é o descanso, já que a falta de sono e o cansaço podem desencadear uma crise.

Antes de terminar, Camila revelou o motivo pelo qual decidiu falar agora do assunto: «Tomei a decisão de falar porque acredito realmente que posso ajudar alguém. Se puder ajudar uma única pessoa, é recompensador para mim».

Camila Coelho é uma das embaixadoras do Dia Mundial da Consciencialização da Epilepsia. 

Texto: Inês Marques Fernandes; Fotos: Instagram

Siga a Nova Gente no Instagram