Nacional
Big Brother - A Revolução

Catarina foi vítima de violência doméstica e ex-namorado foi assassinado. O drama da vida da concorrente

Ter, 22/09/2020 - 08:40

Catarina revela ter sofrido de violência doméstica. Ex-namorado foi assassinado pouco tempo depois de terminarem a relação

Esta segunda-feira, 21 de setembro, foi um dia de emoções na casa do Big Brother - A Revolução. Catarina desfez-se em lágrimas ao partilhar com algumas colegas que tinha sofrido um relacionamento amoroso abusivo no passado. A violência física e verbal tomaram conta do namoro da concorrente da Margem Sul durante um período da sua vida. 

«Cheguei a casa uma vez toda inchada. Fechei-me no meu quarto e não saí mais de lá. A minha mãe olhava para mim e a saber o que se tinha passado», conta Catarina, deixando de boca aberta Sofia e Zena

«Sabes o que foi pior? Acabei com ele e passado um tempo ele foi assassinado» revela, com as lágrimas nos olhos.

«Não tens de te sentir culpada», diz-lhe Zena. «Mas sinto. Pensei que se estivesse com ele nada disto tinha acontecido», explica.

«Estava fora, a viajar, cheguei e fui ao cemitério perdoá-lo por tudo o que ele me fez. Durante muito tempo chorei sozinha a culpar-me por isso», acrescenta lavada em lágrimas. 

Sofia tentou reconfortar a amiga. «Não podes ficar com alguém só pela felicidade dos outros. Não ia mudar nada.»

«Foi das coisas que mais me custou na vida. Foi horrível, andava a chorar todos os dias.»

Texto: Joana Dantas Rebelo, Fotos: D.R. 

Siga a Nova Gente no Instagram