Nacional
Atriz portuguesa confessa assédio

«Fui confrontada pela primeira vez com o sexo»

Qua, 17/01/2018 - 09:36

«Começou por ser uma brincadeira (achava eu), e foi-se esticando, ele a ver até onde conseguia ir», conta a atriz Inês Herédia

Em resposta a Catherine Deneuve, a atriz da novela Paixão escreve hoje um longo texto onde relata que foi assediada sexualmente. Inês Herédia começa por fazer a distinção entre sedução e assédio e rapidamente passa para a parte pessoal.

«Quando tinha nove anos estreei-me no ténis, era muito boa jogadora, mais pequenina do que as colegas da minha idade e, por isso, era mais rápida. Aos 10 anos houve um treinador que me assediou. Começou por ser uma brincadeira (achava eu), e foi-se esticando, ele a ver até onde conseguia ir. A situação durou uns três meses, e eu, uma criança de 10 anos que só pensava em jogar ténis e em fazer ginástica rítmica, fui confrontada pela primeira vez com o sexo».

Inês Herédia revela que demorou três meses até contar aos pais o que se vinha a passar

«Na minha cabeça inocente, achava que a culpa era minha e tinha uma vergonha GIGANTE. Não fui violada, fui assediada. Percebe agora por que é que é urgente falar do assédio numa voz amplificada e em uníssono? Porque provavelmente, se naquela altura o assédio não fosse um tema menor, eu tinha contado imediatamente aos meus pais, não tinha vivido metade do que vivi e aquele doente tinha sido logo afastado (Deus não dorme e ele foi preso anos mais tarde)», prossegue.

«E quer saber qual foi a cereja no topo do bolo? Esta pressão psicológica que vivi com 10 anos, em nada se distingue da pressão psicológica que se sente em adulta. A vergonha, a culpa, o medo, o silêncio e a solidão são os mesmos. Mas agora vivo na era da informação, e por isso sei, e por isso denuncio. O agressor NUNCA poderá ser legitimado pelas condições da vítima»

Leia ainda: Helena Isabel revela já ter sido assediada

Siga a Nova Gente no Instagram