Sabores
Arcozelo

Com a benção de Neptuno

Seg, 19/09/2011 - 12:34

Cozinha tradicional portuguesa, onde se privilegiam “os produtos frescos cozinhados na hora, sem congelados”.

Não há que enganar. Ao chegar junto da Praia Mar e Sol, na Aguda, Vila Nova de Gaia, é impossível não reparar na imagem de Neptuno, o deus dos Mares, munido do seu inseparável tridente, a dominar a fachada de um edifício de linhas simples e modernas.

Foi esse o local escolhido por Nuno Coelho, um técnico de informática, para concretizar o sonho antigo de ser proprietário de um restaurante. Para este projeto arrastou a mulher, a enfermeira Anabela Rocha, e ambos formam uma equipa coesa, que tem vindo a transformar aquele espaço numa aposta ganha. Está dividido em três espaços: a sala de jantar, com 50 lugares, e duas esplanadas, uma das quais coberta, de modo a proteger os clientes das desagradáveis nortadas.

“O conforto, a qualidade e a boa cozinha” são, de resto, tal como nos refere o ex-informático, “as nossas preocupações e, para tal, apostamos em produtos frescos cozinhados na hora, sem congelados nem precozinhados”. O Neptuno permite desfrutar da paisagem deslumbrante do mar; “a maioria dos nossos clientes não estão entre os frequentadores da praia. São pessoas que vêm de longe e das povoações vizinhas, que já conhecem ou ouviram falar dos excelentes pratos da cozinha tradicional que podem aqui saborear”. Refere-se, entre outros, a iguarias como o “fiel amigo” cozinhado com broa e à Zé do Pipo, às espetadas de lulas com gambas, ao arroz e à açorda de marisco e às amêijoas à Bulhão Pato. “Tudo pratos que, por imposição dos clientes, nunca podem ser retirados da lista”, assegura Nuno Coelho.

Neptuno Restaurante-bar
Morada:
Avenida Gomes Guerra • Praia Mar e Sol • 4405-009-Arcozelo
Tel.: 227 535 653 e 913 540 815
E-mail: neptunorestaurante@iol.pt
Horário: das 09h00 às 02h00
Preço médio: 17 euros

Sugestão do Chef

Açorda de marisco na sêmea

Ingredientes (2 pessoas): 1 sêmea de 500 g; 500 g de mariscada (mariscos variados); 1 cebola picada; 3 colheres (de sopa) de polpa de tomate; 3 colheres (de sopa) de um bom vinho branco maduro; sumo de 1/2 limão; aproximadamente 0,5 l de água de cozer o marisco; 1 gema; azeite, alho picado, sal, piripíri e coentros q.b.
Preparação: Coza o marisco e guarde a água da cozedura. Num tacho à parte faça um refogado com azeite, cebola e alho picado. Junte a polpa de tomate e a água do marisco. Acrescente o marisco, tempere com sal e piripíri, junte o vinho e deixe ferver um pouco em lume brando. Faça uma abertura no pão, retire o miolo – sem destruir a crosta – e corte-o em pequenos pedaços. Coloque o miolo no tacho e deixe ferver até ficar suficientemente mole. Retifique os temperos, passe tudo para o interior da crosta do pão, junte uma gema, mexa bem e, por fim, polvilhe com coentros picados.

Siga a Nova Gente no Instagram