Nacional
António Horta-osório

Saúde dita afastamento

Qua, 02/11/2011 - 17:16

O gestor português foi aconselhado pelos médicos a abrandar o ritmo de trabalho e, por isso, vai deixar a presidência do banco britânico Lloyds.

António Horta-Osório vai deixar a presidência do banco britânico Lloyds por questões de saúde. O gestor português foi aconselhado pelos médicos a abrandar o ritmo de trabalho devido aos efeitos do stress, mas deverá retomar funções até ao final do ano.

"A administração do Grupo Bancário Lloyds anuncia que, seguindo conselho médico, António Horta-Osório vai tirar uma licença temporária de trabalho como presidente executivo do banco por doença" pode ler-se num comunicado citado pela Lusa.

Recorde-se que o português tornou-se presidente executivo do banco Lloyds há oito meses, tendo substituído, na altura, o norte-americano Eric Daniels. A administração do banco ainda não anunciou quem ocupará o cargo durante a baixa de Horta-Osório.

Siga a Nova Gente no Instagram