Saúde e Beleza
Alergias

Como prevenir

Sex, 16/07/2010 - 12:42

Não escolhem idades nem sexos. As alergias são mesmo o inferno de milhares de portugueses.

O Verão já reina para bem de muitos, mas pode ser um inferno para outros tantos: espirros, nariz entupido, olhos vermelhos, comichão na garganta ou tosse incomodativa. Estamos na época das alergias que afectam homens, mulheres e crianças. A boa notícia é que têm tratamento e que é mais eficaz quanto mais cedo for diagnosticado o problema e iniciado o combate. João Fonseca, alergologista da Faculdade de Medicina do Porto e do Instituto CUF no Porto, conta-lhe tudo.

Síntomas

Relativamente às alergias respiratórias, também conhecidas como alergias de Primavera, os sintomas são evidentes: “Existem as alergias mais leves, que dão comichão nos olhos e no nariz, tosse e, em alguns casos, dificuldades respiratórias, e depois temos as crises mais intensas, que, para além destes sintomas, dão ainda mal-estar físico e sono.”

O que são

As alergias são um mecanismo de defesa do corpo humano. “Estas surgem de uma resposta do nosso sistema imunitário a um corpo estranho no organismo, que, desta forma, produz anticorpos como meio de defesa.”

Tipos

As alergias existem todo o ano, no entanto, é nesta altura que se revelam mais evidentes. “Existem três tipos de alergias: Do ar, que são as respiratórias [com reacções a pólens, pêlos de animais e pó],
alimentares e medicamentosas. Refira-se que as primeiras são as mais comuns.”

Tratamentos

Actualmente, as alergias são tratadas de várias formas: “Em casos mais leves basta que se tome certo tipo de medicamentos e as crises passam, em casos mais graves, em que há uma inflamação
alérgica, recorre-se à medicamentação continuada. Quando chegamos a outro patamar, em que o grau de complexidade é superior, recorre-se à vacinação, mas este é um processo, que demora três a cinco anos e funciona como prevenção e não como cura. No entanto, quem faz a vacinação nota certas melhorias nos anos seguintes.”

Siga a Nova Gente no Instagram