Nacional
Afonso Dias

Jura que é inocente

Sex, 18/11/2011 - 16:50

É casado e tem um filho de sete anos. Em Freamunde, onde reside, há quem o defenda e até dizem que “é um bode expiatório”.

Durante o testemunho de Filomena Teixeira, Afonso Dias não aguentou, levantou-se e terá dito que “jurava pela saúde do filho” que não tinha nada a ver com o desaparecimento.

O arguido foi automaticamente advertido pela juiz. À chegada ao tribunal, onde apareceu acompanhado por amigos, foi apupado e insultado pelos populares. Revelava tranquilidade e nunca respondeu às agressões verbais. “Para já, não pretendo falar”, afirmou na audiência. O advogado da defesa, Paulo Gomes, voltou a afirmar que as provas não eram suficientes e levantam “muitas dúvidas”. Porém, fez questão de afirmar “estar consciente” do sofrimento dos pais da criança desaparecida.

A NOVA GENTE esteve em Freamunde, e conversou com alguns dos seus conterrâneos, constatando que é muito acarinhado por todos.

Saiba mais na edição desta semana, já nas bancas.

Siga a Nova Gente no Instagram